Como Gerir o Departamento de Recursos Humanos em Pequenas Empresas

| Publicado por | Categorias: Uncategorized

A palavra “recursos humanos” vem aos poucos sendo substituído pela expressão “gestão de pessoas”, pois o conceito de gestão de pessoas tem uma visão mais holística de gestão.

A gestão de pessoas preocupa-se não somente, com processos de contratação, entre outras questões burocráticas, mas também com o desenvolvimento profissional e competências do colaborador. Esta tem que estar voltada para atender os objetivos destes novos profissionais e na busca por uma maior eficiência e eficácia, de modo há que haja um equilíbrio entre a missão, visão e valores da empresa.

Embora o termo recursos humanos esteja quase que totalmente extinto nas empresas, nas de pequena dimensão é muito utilizado.

As pequenas empresas tem uma grande lacuna na gestão desta área, isto acontece porque muitas vezes o responsável por todo processo de contratação e gestão é o próprio empresário, que utiliza o seu coração e não a razão para decidir qual o melhor candidato à vaga.

O custo com pessoal representa  20% a 30% da faturação, fato que pode comprometer muito os resultados de uma pequena empresa. Além disso, errar na contratação pode representar vários outros prejuízos entre os quais:

  • Alto índice de rotatividade (turnover);
  • Aumentos dos custos de recrutamento, formação e despedimentos;
  • Perda da Qualidade de vida no trabalho devido a falta de motivação;
  • Colaboradores insatisfeitos;
  • Perda de qualidade na produção ou prestação de serviços, entre outros.

Como melhorar a gestão do departamento de recursos humanos

Por mais que a rotina administrativa seja sempre igual, é necessário que o  empresário tenha atenção a diversos aspectos sobre seu departamento de recursos humanos, a sua equipa de trabalho e analisar o quanto isso está a refletir-se nos seus resultados.

Muitas vezes, pequenos desajustes com o passar do tempo podem trazer grandes dores de cabeça, por isso, estar preparado é sempre a melhor atitude.

Contratar uma pessoa competente e experiente e fornecer todo a formação necessário, para que ela possa entender a cultura da empresa e através disto, procurar alternativas para melhorar processos e trabalhar as competências e motivação dos outros colaboradores.

Gerir com espelho na missão visão e valores da empresa, cada resultado atingido deve estar sustentado com os objetivos da empresa, por isso, o departamento de RH precisa de profissionais competentes e formados para que possam ajudar a empresa a alcançar melhor eficácia nas suas estratégias.

Trabalhar questões de clima organizacional é muito importante e passa muitas vezes despercebido pela gestão.  É importante desenvolver um bom clima, ético e tranquilo. Onde as pessoas se sintam valorizadas e contribuam com mais qualidade para a empresa.

Proporcionar maior motivação e envolvimento nos colaboradores, é o segredo. Fazer com que as pessoas trabalhem mais e melhor sem que percebam ou se sintam forçadas a isso.

Desenvolver um programa de formação profissional é uma ótima estratégia, quando se tem a objetivo de manter e formar uma equipa. Muitas vezes, é preciso muito mais criatividade do que investimento financeiro, por exemplo, existem formações online, de baixo custo.

Dar espaço para propor ideias e sugestões, é importante para melhorar e aumentar a criatividade dos funcionários. Um ambiente onde existe uma maior liberdade para propor ideias é também um ambiente aberto à inovação, que é algo indispensável nos dias de hoje.

Podemos concluir que gerir o departamento de recursos humanos é um desafio constante, por isso é importante entender como funciona na prática a rotina deste departamento e mais, procurar formas inovadoras de gestão para reduzir os custos e formar uma equipa qualificada e motivada para atrair o sucesso nos negócios.

Fonte: Elisangela Oliveira http://atitudeenegocios.com/o-setor-de-recursos-humanos-em-pequenas-empresas/

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *